SERVIÇO

Toxina Botulínica

Aplicação de Toxina Botulínica, trata-se de um medicamento de origem biológica obtido a partir da bactéria Clostridium botulinum.

A toxina botulínica, como o próprio nome diz, é uma toxina produzida por uma bactéria chamada Clostridium botulinum. Ela é usada para paralisar os músculos causadores das linhas de expressão.
Popularmente conhecida como botox, muitos podem pensar que os dois termos são sinônimos, mas, na realidade, Botox é o nome de uma marca que, dentre várias outras, fabrica e comercializa a toxina botulínica. Com o tempo, porém, quando nos referimos a um acabamos automaticamente também nos referindo ao outro.

Para que serve a toxina botulínica?

Ela pode tanto ser usada para fins estéticos quanto para o tratamento de doenças dermatológicas e neurológicas”, explica a dermatologista Lilian Delorenze, que é membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

No entanto, a toxina se tornou mais conhecida por seus efeitos anti-idade, que contribuem para reduzir as linhas de expressão que surgem naturalmente com o passar dos anos.

Onde posso aplicar?

O botox é mais utilizado para tratar as marcas de expressão do terço superior da face. Ou seja, é bastante indicado para eliminar pés de galinha, rugas que se formam entre as sobrancelhas e as linhas horizontais na testa.

O procedimento relaxa a musculatura de forma a disfarçar a aparência das rugas já existentes e prevenir o surgimento de rugas mais profundas.

Mas também é possível fazer a aplicação em outras regiões do rosto, como:

  • Nas extremidades (caudas) das sobrancelhas, para deixá-las mais arqueadas. Isso porque, com o tempo, elas tendem a descer em decorrência da ação da gravidade;
  • No queixo, para reduzir rugas que aparecem no local;
  • No pescoço, para eliminar os vincos verticais que costumam surgir com o passar dos anos;
  • No colo, a fim de eliminar as linhas que surgem naturalmente com a idade;
  • Nas axilas, como forma de tratamento da hiperidrose axilar;
  • Nas mãos, para tratar a hiperidrose palmar;
  • Nos pés, para tratar a hiperidrose plantar;
  • Na gengiva, para disfarçar o sorriso gengival — quando a parte superior da gengiva aparece de forma desproporcional ao sorrir.
Alguma dúvida? Entre em contato conosco e agende sua consulta!